2 comentários sobre “Quantas vidas anónimas se perdem em manhãs cinzentas como a de hoje?

Deixar uma resposta