7 comentários sobre “as palavras que amo

  1. é mesmo insatisfação pura e duradaqueles gajos que acabam por se tornar azedos porque nunca estão satisfeitos com nadaque há-de haver sempre mais alguma coisa melhor, há que continuar a mudar e a procurardepois morrem e a coisa passa :-)

  2. o comentário era mais pró just, ainda não tinha visto o da andreiaprá andreia, digo que nesse caso fizeste bem em vir só agoraporque a versão inicial era muito mais molinha ;)

  3. isso é porque tenho um dedinho que adivinha. uma espécie de varinha mágica que me diz, Andreia, vai agora, pára, vai. mas percebo isso da insatisfação. mas espero que não resulte sempre em azedume, senão vou-me tornar insuportável… :)

Deixar uma resposta