Um comentário sobre “

  1. o atraso não será nosso que, na corrida, paramos para nos contemplarmos?
    fazer de amanhã um eterno hoje (ou vice-versa), não será defeito da nossa clepsidra sensorial?

    e porque existe o tempo?
    e porque fazemos perguntas?

    também não sei…

Deixar uma resposta