Um comentário sobre “Risco

  1. “Entrar nesse território onde o risco sobrevoa
    lâmina congelada da certeza de não cair
    um movimento manso como quem respira o trilho
    conhecido embora nunca percorrido de tal modo
    continente de caminhos que se ousam
    palavras cosidas do avesso ao nosso avesso
    cada vez mais a nós iguais
    que ancorados por dentro
    nos soltamos”

    (Ana Viana)

Deixar uma resposta