aconteceu

fez-se um chão enorme no silêncio do corpo

um chão fundo de flores e campas
seco

pequenos espaços em ruínas

e de repente…

um sorriso

nos lábios nasce uma palavra fresca
a pureza do dia em que se morre.

Conta-me as palavras que me dizias
antes de nos conhecermos

conta-me o que dizias
quando as palavras eram mudas

encosta a cabeça na minha mão

e conta-me.

Padrão

3 comentários sobre “aconteceu

  1. Ana disse:

    És grande……..vou contar-te por cada letrinha que escrevas… :) Cada uma é parte de ti…
    Não te poderei contar nunca o que tu tens capacidade de decifrar ;)
    Beijinho

  2. Usei a tua imagem (penso que é pública) e convido-te a visitar-me …
    Gosto do que escreves, gosto de escrever … quem sabe gostarás também do que escrevo.
    Estou por aí: Almademel, magiademel, noitedemel, asnuvensdemel … sempre mel, nas comunidades.
    Parabéns pelo teu site, que consulto e leio já há imenso tempo …
    Um abraço

Deixar uma resposta