Qualquer coisa me diz

qualquer coisa me diz
que aquela sombra me aguarda
ao fim da rua
qual hóstia que ergo ao senhor

tenho sangue nas mãos
veias nos pulmões
tenho cabeças nos pés
ruas nas árvores
cabelos em setembro
caminhos em barcos
olhos em pássaros
pele no chão
espinhos na carne
pecados na eucaristia
rugas nas unhas

Padrão

Deixar uma resposta