Durmo em música nenhuma

O sono é a coisa mais próxima da sensação de estar morto que alguma vez iremos conhecer. Espanta-me então a pacatez com que aceitamos esta morte em doses diárias.

Mas não se pode fugir dela? Talvez não, e assim lá estive eu, na obscuridade, quase até às 5, à espera da vinda da minha dose certa.

Padrão

Deixar uma resposta